Fale Conosco|Ouvidoria|Mapa do Site|Extranet
English
|
Español
BUSCAR
:: Página principal>Nosso Negócio>Distribuição>Projeto Energia +>Entidades envolvidas e recursos>Entidades envolvidas e recursos

Distribuição

Projeto Energia +Eletrobras Distribuição RoraimaEletrobras Distribuição AlagoasEletrobras Distribuição PiauíEletrobras Distribuição RondôniaEletrobras Distribuição AcreEletrobras Distribuição AmazonasCelg Distribuição

Projeto Energia +

Entidades envolvidas e recursos

A realização do Projeto Energia + conta com a interação de diversas entidades:

Banco Mundial

Órgão financiador

Eletrobras

Representante legal no empréstimo junto ao Banco Mundial e financiadora por contrapartida

Empresas de Distribuição da Eletrobras

Executoras de atividades, obras e serviços e fornecedoras de informações aos envolvidos

Unidade Gestora do Projeto (UGP)*

Coordenadora geral do projeto, consolidadora de todas as informações e responsável pela gestão e acompanhamento, durante toda a execução, e pelos relatórios do andamento ao Banco Mundial, Eletrobras e Diretoria Executiva das empresas de distribuição

* Na estrutura organizacional da Eletrobras, a UGP é reconhecida como Assessoria de
Gestão do Projeto Energia + (DDE), vinculada à Diretoria de Distribuição

O Projeto Energia +, com implantação prevista para o período de 2012 a 2015, conta com uma parceria financeira da Eletrobras com o Banco Mundial, com aplicação de recursos totais de até R$ 1.241,3 milhões (US$ 709.3 milhões) – R$ 866,2 milhões (US$ 495 milhões) do Banco Mundial e R$ 375,1 milhões (US$ 214.3 milhões) como contrapartida da Eletrobras –, assim distribuídos:

Descrição das Atividades

Bird

Eletrobras

Total

(US$ mil)*

(R$ mil)

(US$ mil)*

(R$ mil)

(US$ mil)*

(R$ mil)

Componente 1 - Redução de perdas totais e melhoria da qualidade do serviço

Reabilitação e reforço no sistema de distribuição
(AT, MT e BT)

57,100.1

99.925,1

200,324.7

350.568,2

257,424.8

450.493,4

Digitalização de redes

35,000.3

61.250,6

-

-

35,000.3

61.250,6

Qualidade da energia

22,099.7

38.674,5

-

-

22,099.7

38.674,5

Reabilitação e reforma de redes MT/BT

-

-

141,299.5

247.274,2

141,299.5

247.274,2

Obras no sistema de distribuição AT

-

-

59,025.2

103.294,1

59,025.2

103.294,1

Implementação de infraestrutura de medição avançada

387,899.9

678.824,9

-

-

387,899.9

678.824,9

Digitalização de UC em média tensão

34,737.3

60.790,2

-

-

34,737.3

60.790,2

Digitalização de UC em baixa tensão

179,820.0

314.685,0

-

-

179,820.0

314.685,0

Substituição de medidores obsoletos

10,336.8

18.089,4

-

-

10,336.8

18.089,4

Telemedição de alimentadores

5,828.6

10.200,0

-

-

5,828.6

10.200,0

Regularização de UC em áreas com PnT > 50%

139,760.0

244.580,0

-

-

139,760.0

244.580,0

Digitalização de condomínios

17,417.3

30.480,3

-

-

17,417.3

30.480,3

Modernização do Sistema Integrado de Gestão das Empresas

30,000.0

52.500,0

-

-

30,000.0

52.500,0

Sistema de gestão

12,500.0

21.875,0

-

-

12,500.0

21.875,0

Sistema comercial

12,500.0

21.875,0

-

-

12,500.0

21.875,0

Sistema de informação geográfica

5,000.0

8.750,0

-

-

5,000.0

8.750,0

Componente 2 - Fortalecimento institucional

Fortalecimento institucional

20,000.0

35.000,0

14,000.0

24.500,0

34,000.0

59.500,0

Unidade Gestora do Projeto e consultoria

7,000.0

12.250,0

6,000.0

10.500,0

13,000.0

22.750,0

Comunicação Social

2,000.0

3.500,0

7,000.0

12.250,0

9,000.0

15.750,0

Fortalecimento da capacidade técnica e ambiental

1,000.0

1.750,0

1,000.0

1.750,0

2,000.0

3.500,0

Implantação do Ceeac

10,000.0

17.500,0

-

-

10,000.0

17.500,0

Componente 1 + 2

495,000.0

866.250,0

214,324.7

375.068,2

709,324.7

1.241.318,2

* Câmbio estabelecido para a contratação do empréstimo: US$ 1.00 = R$ 1,75

Plano de Aquisições e Contratações (PAC)
No encerramento da segunda missão do Banco Mundial, realizada de 8 a 18 de novembro de 2011, foi aprovada a primeira revisão do Plano de Aquisições e Contratações (PAC), com uma visão de 18 meses à frente. Com a aprovação do PAC pelas diretorias executivas das empresas de distribuição da Eletrobras e a publicação do Aviso Geral de Licitações, têm início as licitações que envolvem recursos do empréstimo concedido pelo Banco Mundial.

Para reabilitação e reforço com recursos do empréstimo do Banco Mundial estão em processo de licitação, numa primeira etapa, a aquisição de 1.471 religadores telecomandados, 668 reguladores de tensão e 634 bancos de capacitores. Com recursos da contrapartida da Eletrobras, abrangendo reabilitação e reforma de redes de média e baixa tensão e obras no sistema de distribuição em alta tensão, foram iniciados diversos processos licitatórios: elaboração de projetos de obras, contratação de obras, fiscalização dos serviços de reabilitação e reforma de redes, execução de obras no sistema de distribuição em alta tensão e aquisição de materiais e equipamentos, como transformadores, cabos, postes e cruzetas, e para-raios.

Para a implementação de infraestrutura de medição avançada estão previstos investimentos, com recursos totais proporcionados pelo empréstimo do Banco Mundial, que totalizam R$ 643,3 milhões. Esse valor contempla a substituição de medidores eletromecânicos por equipamentos com tecnologia de medição eletrônica, a aplicação de modernos métodos de medição digital de consumo de energia elétrica, a implantação, em Brasília, de um centro avançado de controle das principais medições de consumo, com emissão de faturamento a distância, e a reestruturação de procedimentos de fiscalização e combate aos acessos irregulares às redes de distribuição. O objetivo das melhorias é obter uma redução sustentável das perdas não-técnicas no fornecimento de energia elétrica.

Estão previstas a substituição de aproximadamente 240 mil medidores obsoletos, a telemedição de 680 alimentadores, a regularização de mais de 230 mil unidades de consumo com perdas não-técnicas maiores do que 50% e a digitalização de 25.251 pontos em condomínios, horizontais e verticais.

Visando atender à modernização de sistemas integrados de gestão das empresas de distribuição da Eletrobras, estão direcionados R$ 52,5 milhões para a gestão da informação, envolvendo a gestão comercial e a gestão corporativa, além da aquisição de equipamentos de computação e outras ferramentas.

Para o fortalecimento institucional estão contempladas a contratação de serviços diversos, a melhoria da capacitação técnica para a gestão de impactos ambientais e sociais e a realização de atividades comunitárias. Merece destaque a instituição, em alinhamento com o Plano Estratégico da Eletrobras, de um sistema de gestão de projetos, para atender não só ao Energia +, como também a vários outros projetos de interesse da alta administração. Estão sendo desenvolvidas diversas ações educativas com o apoio da Unise (Universidade Corporativa do Sistema Eletrobras).

Quanto às consultorias, foram iniciados os processos licitatórios para atender aos seguintes objetos: normatização e padronização de projetos e expansão de redes de distribuição MT/BT, elaboração de normas e padrões de entrada de energia elétrica, composição de custos analíticos para expansão de rede AT/BT, sistema de controle de documentação de regulação, padrões de redes para projetos de regularização de unidades consumidoras com PnT > 50%, padronização de manuais e normas ambientais, sistema de gestão de projetos, implantação de projeto-piloto e estrutura para um sistema de gestão ambiental.

Para o relacionamento com as diversas partes interessadas, vinculadas ao negócio de distribuição de energia, foi desenvolvido e aprovado um plano de comunicação específico para o projeto, contemplando serviços de publicidade, promoções e eventos.

Imagem para contabilização de acessos a páginas

Escritório Central: Av. Presidente Vargas, 409/13º andar, Centro
Rio de Janeiro, 20071-003 | Tel.: (21) 2514-5151

Copyright ® Eletrobras, 2010
 
Acessibilidade | Código de Ética das empresas Eletrobras | Política de Privacidade

Imagem para contabilização de acessos a páginas
Imagem para contabilização de acessos a páginas