pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

09.11.16
|
Itaú reduz em 65% consumo de energia de data center utilizando software
Fonte: IP News - 08.11.2016

São Paulo - O data center do Itaú Unibanco, localizado em Mogi Mirim (SP), foi construído em 2014 e conta com dois prédios operando em paralelo, com área construída somada em mais de 59 m². Responsável pela operação das atividades do banco no país, junto com o data center backup na cidade de São Paulo, a infraestrutura se mostrava bastante custosa na gerência de energia, principalmente devido à necessidade de refrigeração.

Para alterar o cenário, o Itaú Unibanco investiu em uma solução de smart cooling, capaz de gerenciar automaticamente o nível de refrigeração de cada sala do data center. Somente com o uso dessa tecnologia, implantada em julho deste ano, a instituição já reduziu em 65% o consumo de energia dos ares-condicionados, principais vilões da eficiência energética.

Segundo Fabiano Duarte, coordenador de Engenharia de Data Center do Itaú Unibanco, essa redução trouxe uma economia de 8% na conta de energia, resultando em menos R$ 2,2 milhões de custos ao ano.

Isso foi possível pois a solução utiliza sensores que captam a temperatura dos equipamentos do data center e enviam para o software da smart cooling, que, automaticamente, ajusta os aparelhos de ar-condicionado para refrigerar na medida certa. Em outras palavras, a solução é capaz de monitorar a densidade térmica do datacenter e gerenciar e controla-la, via inteligência artificial, controlando a temperatura correta.

Para tanto, Duarte explica que são utilizados 785 sensores de temperatura wireless, instalados a cada três racks em diferentes posições, 144 módulos de controle de ar condicionada, 14 gateways, dois servidores de inteligência artificial em cada prédio e uma arquitetura Mesh para comunicação sem fio. “Além, claro, de um algoritmo avançado capaz de interpretar esses dados coletados e agir”, diz.

Além dos benefícios em economia de energia, Duarte também notou ganhos de confiabilidade operacional e pronta-resposta a falhas, flexibilidade operacional e redução nos índices de eficiência energética para data centers.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas