pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

28.09.16
|
Baterias que explodem e eficiência energética são tema para discussão de pesquisadores
Fonte: Tudo Celular - 27.09.2016
Brasil - Se fossemos fazer uma lista das coisas que mais irritam o ser humano no mundo atual, com certeza ficar sem bateria no celular estaria entre as primeiras posições, senão no topo. Componente indispensável para o funcionamento de qualquer telefone, seja ele inteligente ou não, esse foi o tema do 4º TechDive da MediaTek Brasil realizado recentemente em São Paulo e reuniu vários pesquisadores que discutiram sobre a eficiência energética nos aparelhos eletrônicos em geral.

“As baterias comerciais utilizadas nos aparelhos atuais são as de lítio-íon. Isso porque são mais leves e conseguem armazenar maior quantidade de energia no menor espaço físico, em relação a outras tecnologias”, explica Maria de Fátima Rosolem, pesquisadora da Área de Sistemas de Energia (ASE) do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD).

Contudo, apesar da tecnologia atual presente nas baterias conseguir atender a demanda, caso a mesma não seja aprimorada na mesma velocidade que dispositivos mais sofisticados chegam ao mercado, é possível que no futuro o problema de falta de bateria seja mais agravado:

“A solução encontrada pela MediaTek para economizar bateria e poder recarregá-la rapidamente, mantendo a sua autonomia, está na opção pela arquitetura multinúcleos e no algoritmo de scheduling CorePilot que os gerencia”, revelou Samir Vani, country manager da MediaTek Brasil, durante o evento.

Baterias explosivas

Com os inúmeros casos de smartphones da Samsung explodindo nos mais diversos locais, é claro que essa pauta não ficou de fora do encontro. Todavia, de acordo com os pesquisadores, a culpa não é 100% da fabricantes e cuidados que devem ser tomados desde o momento da fabricação até o manuseio diário dos aparelhos por parte dos usuários. Em virtude disso, os mesmos deram as seguintes dicas e recomendações:

* Ficar atento para sobreaquecimento anormal da bateria, principalmente durante a recarga do celular;

* Abaulamento da bateria ("inchamento") ou outra anormalidade funcional (recarga ou descarga muito rápida);

* Escolher smartphones com maior autonomia;

* Não utilizar recarregadores não adequados (piratas);

* Evitar expor a bateria em condições de temperatura elevada, por um período de tempo prolongado;

* Evitar deixar o celular recarregando durante a noite;

* Periodicamente fechar aplicativos que não estão sendo utilizados;

* Não deixar o celular exposto a condições de extrema umidade como por exemplo, dentro de saunas ou no chuveiro.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas