pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

12.05.17
|
Projeto de R$ 26 milhões é lançado e deve promover a revitalização do Rio Cuiabá
Fonte: G1 MT - 11.05.2017
Na última quarta-feira (10) foi lançado um projeto para recuperação e proteção do Rio Cuiabá e das Áreas de Proteção Permanente (APPs) no entorno dele, com a construção de um modal fluvial que deverá interligar Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana da capital.

Intitulado 'Grande Rio Cuiabá', o projeto da Agência Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá (Agem-MT) deve custar R$ 26 milhões, mas ainda não foi divulgada a data prevista para a obra sair do papel.

Segundo a Agem-MT, o novo modal deverá percorrer um trecho de 12 km, ligando a Orla do Porto, na capital, à Comunidade Bonsucesso, em Várzea Grande. Nesse trajeto, o modal deverá passar por 19 estações, sendo uma delas - considerada a central - na região do Porto, que deverá fazer a interligação do modal com diversos itinerários de ônibus.

A partir da revitalização do rio, a agência afirmou que pretende critar espaços voltados para convivência, atividades de turismo ecológico, mobilidade e navegação. Para viabilizar a obra, o estado pretende apostar na Parceria Público-Privada, arrecadando o valor necessário para a execução da obra por meio da iniciativa privada.

Segundo o estado, as estações a serem construídas serão cedidas a empresas diferentes, que poderão fomentar atividades diversas em todas elas. A concepção arquitetônica de toda a obra deverá valorizar elementos regionais e incorporar o folclore local.

Conforme a Agem-MT, a arquitetura e engenharia do projeto foi inspirada na biomimética, que é um ramo da ciência que estuda as estratégias da natureza para enfrentar as adversidades do meio ambiente, ou seja, o projeto utilizou esses conceitos adequando cada estação às condições de seu local de implantação, sem afetar a natureza.

O projeto ainda deverá ser pautado na sustentabilidade, com reaproveitamento de água, eficiência energética, tratamento de resíduos e soluções com certificação internacional, diminuindo impactos ambientais.

De acordo com a agência, todas as estações deverão ter acessibilidade com elevadores, equipamentos de transporte adaptado para plano inclinado e rampas com inclinação suave, a fim de atender às pessoas com deficiência ou dificuldade de mobilidade.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas