pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

04.11.16
|
Potencial de redução na conta de energia de até 95% atrai consumidores para energia solar
Fonte: Procel Info - 04.11.2016

Brasil - Enquanto as contas de energia elétrica no Brasil tendem a aumentar em momentos de crise hídrica e de taxação nos valores desse bem fornecido para a população, muitos vêm procurando alternativas para driblar o aumento inesperado - porém inevitável - nas contas ao final do mês.

Além de reduzir os gastos desnecessários de energia nas rotinas de casa - como deixar a TV ligada, luzes acesas em ambientes não utilizados e controlar o uso dos eletrodomésticos - uma importante alternativa que vem sendo buscada para minimizar a conta no final do mês é o uso da energia solar.

Falar em energia solar em um país tão ensolarado e relacionado com o verão como o Brasil deveria ser, a princípio, um assunto básico quando o tema é produção de energia elétrica. Entretanto, por muito tempo, essa hipótese nem mesmo era considerada por aqui. O alto desconhecimento da transformação de energia solar em energia elétrica, assim como a grande capacidade de produção das hidrelétricas do país, deixam a procura por essa forma alternativa em segundo plano, sendo buscada somente por interessados em novas tecnologias.

Entretanto, com o aumento dos valores das contas de luz e os riscos oferecidos pela crise hídrica no país nos últimos anos, fez com que especialistas mostrassem que a optar pela energia solar, mesmo com um investimento inicial maior do que o imaginado, poderia resultar em uma economia mensal de quase 95% na conta de energia de famílias e empresas em todo o país.

O governo brasileiro, portanto, vem começando a pensar em formas de impulsionar e valorizar a utilização de energia fotovoltaica no país, para que o Brasil - com toda a sua capacidade energética - possa finalmente fazer parte do time dos 20 maiores produtores de energia solar do mundo até 2018. A tarefa não parece ser tão difícil assim, visto que os maiores produtores mundiais, China, Estados Unidos e Alemanha, não tem a mesma capacidade do terreno brasileiro para utilizar raios solares.

A tecnologia de transformação dos raios solares em energia ainda é um dos maiores empecilhos para os interessados em se beneficiar dos sistemas fotovoltaicos, entretanto, é possível reverter o custo do investimento inicial em vantagem por um longo período.

Mesmo que os investimentos, para casas, possua valores médios de R$25.000,00, um potencial de redução mensal de 95% nos gastos com energia é um benefício que seguirá com o consumidor por pelo menos 25 anos. Estudos no mercado imobiliário mostram também que a instalação desses painéis em prédios e casas valoriza o imóvel e torna as vendas de locais com estes sistemas muito mais rápidas, sendo essa outra vantagem oferecida para quem opta por esse estilo de energia.

Apesar de ainda parecer uma realidade muito distante para muitos de nós brasileiros, cada vez mais pessoas empresas estão depositando aqui seus investimentos para trabalhar com o fornecimento de energia solar para todo o país. A meta para 2018, portanto, parece mais próxima do que imaginamos. Os resultados já são excelentes, faltando apenas a melhor divulgação e a quebra da barreira do desconhecido.

* Com informações da Auster Energy
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas