pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

18.11.16
|
Gestores de programa de mobilidade de Minas conhecem soluções da Itaipu
Fonte: Jornal Itaipu Eletrônico - 17.11.2016

Paraná - Representantes do programa de mobilidade elétrica de Minas Gerais estiveram nesta quarta-feira (16) na Itaipu Binacional para conhecer os projetos da empresa nessa área. A comitiva foi liderada pelo diretor presidente da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Mauro Borges Lemos, e pelo diretor presidente do Conselho de Desenvolvimento de MG (Codemig), Marco Antônio Castello Branco.

O diretor-geral brasileiro da Itaipu, Jorge Samek, recebeu as autoridades e fez uma explanação geral sobre a empresa e suas principais ações. Em seguida, a comitiva seguiu para o galpão G-5, onde são montados os veículos elétricos. Ali, o engenheiro Celso Novaes, coordenador do programa VE, apresentou um histórico e os principais resultados em quase 10 anos da iniciativa.

Em seguida, dirigiram-se ao Parque Tecnológico Itaipu, onde conheceram o Centro de Mobilidade Elétrica Inteligente (Mob-i), o projeto de baterias e armazenamento de energia, o Laboratório de Sistemas Elétricos (Lasse) e o Centro Internacional de Energias Renováveis - Biogás (CIBiogás-ER).

O objetivo da visita foi conhecer de perto quais as soluções que podem ser aplicadas no Sistema de Mobilidade de Baixo Carbono. O projeto consiste na implantação, na Cidade Administrativa (Camg), de demonstrativo de mobilidade inteligente de baixo carbono, que disponibilizará veículos elétricos que circularão entre o Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, e os prédios públicos da Cemig, Codemig, Fapemig, Palácio da Liberdade e BDMG, por exemplo, na região central de Belo Horizonte.

O projeto é resultado de uma parceria celebrada entre o governo de Minas e o Centro de Excelência e Inovação na Indústria de Mobilidade (Ceiia) que, por sua, vez também é parceria de Itaipu no Mob-i. “A ideia é que não precisemos repetir o que já foi feito por Itaipu. Queremos ver em que ações poderemos ser complementares”, afirmou Castello Branco.

Para a diretora Financeira Executiva da Itaipu, Margaret Groff, que também acompanhou a visita, as ações da Itaipu nos campos da mobilidade elétrica e das energias renováveis permitirão desenvolver know-how especialmente no armazenamento de energia e no carregamento de veículos, áreas que podem interessar ao projeto mineiro.

O diretor-presidente da Cemig, Mauro Lemos, disse que a concessionária mineira tem grande interesse em aumentar o papel da eletricidade na mobilidade urbana. “Estamos olhando para o conjunto da mobilidade, não apenas para os veículos elétricos mas também a adoção de sistemas inteligentes”, afirmou, lembrando que a Cemig é uma das empresas do setor elétrico parceiras do Programa VE e tem, em sua frota, veículos montados na Itaipu.

Em BH

A implantação do Sistema de Mobilidade de Baixo Carbono é resultado de Termo de Cooperação Técnica e Financeira, assinado em dezembro de 2015, entre BDMG, Cemig, Fapemig e Codemig para viabilizar o projeto. A implementação do sistema deve ocorrer em 12 meses, com investimento de R$ 3,3 milhões, divididos igualmente entre os quatros signatários do termo de cooperação. A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) se juntou ao projeto em julho de 2016, por meio do primeiro termo aditivo, com a atribuição de gerir os recursos.

Estão previstos ônibus internos na Cidade Administrativa e a instalação de monitores, de totens nos prédios e de corredores de mobilidade de baixo carbono na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O sistema vai permitir ainda que um centro de operações visualize as rotas dos ônibus elétricos, veículos e bicicletas e monitore a emissão de gases de efeito estufa pelos carros, por meio da plataforma Mobi.me, desenvolvida pela Ceiia. Outra vantagem é a integração dos usuários por meio de caronas, via aplicativo. Os servidores farão as reservas dos veículos, de acordo com a necessidade de uso, e a tecnologia apontará quais poderão ser compartilhados por mais de uma pessoa.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas