pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

25.09.17
|
Universidade de Santa Cruz aposta em eficiência energética
Fonte: Gaz - 24.09.2017
A economia e a sustentabilidade têm pautado a rotina da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) desde 2015. E há menos de um mês o resultado dessa preocupação veio em forma de reconhecimento. No fim do semestre, a instituição recebeu da empresa Ludfor Energia Ltda um certificado de redução de emissão de gases de efeito estufa. O documento foi encaminhado porque desde junho de 2016 a universidade já garantiu a redução de 237,17 toneladas de gases que causam o efeito estufa. Essa economia de consumo equivale ao plantio e cuidado de 6.553 árvores por 20 anos.

Conforme o gestor da área ambiental da Unisc, engenheiro ambiental Fabrício Weiss, a certificação ocorreu em função de a Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul (Apesc) ter migrado para o Mercado Livre de Energia. Trata-se de um sistema de compra de energia de fontes renováveis. Soma-se a isso a instalação de 110 painéis fotovoltaicos junto à fachada do bloco 35, feita ainda em 2015. “Essa primeira etapa serviu para despertar questões envolvendo economia financeira – pela redução do valor da conta de luz –, uso de tecnologias sustentáveis e educação ambiental”, explica.

Agora a universidade, em parceria com a Solar Green, concentra esforços na segunda etapa do projeto de eficiência energética, que consiste em elaborar estudos de viabilidade técnica e econômica e implantar aparelhos de medição e verificação, além de substituir equipamentos por outros de maior eficiência energética. Um exemplo é a troca de lâmpadas fluorescentes por luminárias de led. A expectativa é que até o fim do ano pelo menos 2,8 mil luminárias sejam instaladas nos setores administrativos da instituição. Já em 2018 será a vez de as salas de aula receberem os novos dispositivos. “Com a implantação deste processo, a Unisc terá uma redução mínima de 262.420 quilowatts-hora (kWh) anuais, o que equivale ao consumo de aproximadamente 110 residências populares”, explica o engenheiro da Solar Green, Paulo Farah.

Ele também destaca a redução de consumo e de despesas. “Enquanto a vida útil de uma fluorescente é de dois anos, a de led dura até cinco”, esclarece. Usinas de minigeração fotovoltaica nos campi de Santa Cruz e Montenegro também colaboram para consolidar os trabalhos de eficiência energética. “É fazer mais com menos”, complementa Farah.

Ao entrar no Mercado Livre de Energia, a Unisc evita os impactos ambientais negativos da geração de energia termelétrica, somando-se a isso a substituição das luminárias fluorescentes e a geração de energia fotovoltaica. É dessa forma que a universidade evitará a emissão de 4.776 toneladas de gases de efeito estufa durante os próximos 25 anos, o equivalente ao plantio de 130 mil árvores. “Com essas ações, nós colocamos em prática as teorias discutidas em nível mundial, com foco no crescimento sustentável e na preservação do ambiente para as futuras gerações. Damos o exemplo do que é discutido em sala de aula”, diz Fabrício Weiss.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas