pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

19.10.16
|
Startup da área de eficiência energética visa a redução dos custos das grandes empresas em até 50%
Fonte: Instituto Gênesis - 18.10.2016
Rio de Janeiro - A startup Otimiza Sustentável, germinada no Instituto Gênesis da PUC-Rio, é um exemplo de como uma pesquisa realizada dentro de uma universidade pode se reverter em benefícios reais para a sociedade. Os empreendedores Luiz Fernando Fabbriani, Carlos Pires e Rodrigo Calili acreditavam ter identificado uma boa oportunidade para iniciar um negócio. A ideia foi abrir uma ESCO (Energy Saving Company), visando a execução de projetos de eficiência energética através de consultoria e gerenciamento integrados, capazes de reduzir os gastos sem prejudicar a performance do cliente e aumentando a produtividade. A Otimiza atua hoje em vários segmentos comerciais como hotelaria, hospitalar, logística e ensino superior, além de estar desenvolvendo oportunidades no setor industrial.

Após a confirmação de que existia uma demanda no mercado em 2015, identificada através de pesquisas, a Otimiza elaborou um Plano de Negócios para apresentar a incubadora. O objetivo era transformar a pesquisa em um negócio lucrativo. “O plano de negócios é fundamental para você ver se está no caminho certo com a empresa, porque aquilo é uma previsão do que se tenta atingir” diz Luiz.

A construção do Plano foi o primeiro passo para terem a empresa germinada no Instituto Gênesis. Carlos indica que o plano de negócios foi construído em cima de uma realidade, e não de um desejo pessoal como empreendedor. Em janeiro de 2016, três meses após terem ingressado no instituto, eles fecharam o primeiro contrato. Três meses depois do primeiro contrato, já haviam até trocado de sala, devido ao crescimento da equipe. Ao final de nove meses, a Otimiza já havia desenvolvido 52 oportunidades de negócios, fechando contrato com 11, cerca de 25% de acerto.

Para reduzir os custos de energia de grandes empresas, a Otimiza tem sua própria metodologia, o Programa de Gestão Energético (PGE). Primeiro, é feito um diagnóstico completo de todas as fontes de consumo de energia do cliente. Em seguida, são sugeridas as ações necessárias na forma de conservação da energia elétrica utilizada pela empresa, sem detalhar o processo para realização dos projetos nesta fase. Após a realização do diagnóstico, onde é criada a base de dados, cabe ao cliente contratar a 2ª etapa, que é o PGE. Nesta etapa, serão implantadas as soluções e tomadas as decisões de compra dos equipamentos e insumos, tudo acompanhado do cronograma físico e financeiro visando os melhores retornos sobre o investimento. “Se você quer fazer um negócio, faça um que traga economia para o cliente, que o cliente vai te pagar sabendo que ele vai ter um retorno” afirma Luiz.

Através desta inteligência de otimização de energia, as grandes empresas chegam a reduzir até 35% dos seus gastos. E não se trata só do consumo de energia, mas também do bem estar de quem consome o serviço. As modificações implantadas pela Otimiza visam aprimorar a experiência de quem está naquele local de trabalho diariamente, melhorando as condições de iluminação, climatização, dentre outras. Além disso, com o PGE, o cliente entende toda a dinâmica de consumo de energia da empresa e torna-se mais empoderado para tomar decisões.

Para o futuro, a empresa espera aumentar sua carteira de clientes apostando no conceito de sustentabilidade. Acrescentando ao portfólio de serviços ofertados a área ambiental, que terá como objetivo transformar a forma atual de reutilização dos resíduos sólidos gerados pelos clientes. Este é um serviço que também prioriza o lado econômico só que de forma indireta, devido à reutilização de materiais que se tornariam obsoletos e/ou poluentes, de forma mais ecológica, pois dá uma nova utilidade para o material que seria descartado. “Recursos naturais eram baratos, então ter um escritório dedicado à energia é novidade no Brasil. Hoje [o recurso natural] está ficando escasso, mas a cabeça do gestor ainda não mudou”, explica Luiz.

Dicas dos Empreendedores

Os sócios Carlos e Luiz ressaltam que é importante para uma empresa que está começando verificar quem está no mercado, quem oferece serviços similares ao seu. Procurar os concorrentes, quem trabalha mais próximo da sua tecnologia, é fundamental para comparar os produtos, conceber ou remodelar o modelo de negócios para saber o que precisa ser feito para se diferenciar. Antes mesmo de terem aberto a Otimiza, eles participaram de conferências para conhecerem atuais e futuros concorrentes, fornecedores de equipamentos e construírem relacionamentos importantes. Além disso, eles acreditam que utilizar softwares licenciados e manter um bom ambiente para os funcionários também é essencial para sedimentar uma cultura dentro da empresa.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas