pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

28.09.16
|
EPE: “Brasil tem oportunidade de ouro para a eficiência energética”
Fonte: Procel Info - 28.09.2016
Tiago Reis, para o Procel Info
Rio de Janeiro - O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Augisto Barroso, disse que o Brasil tem uma grande oportunidade para implementar novas ações de eficiência energética. A declaração foi feita durante o seminário “O Papel da Eficiência Energética na Economia de Baixo Carbono do Brasil: Desafios para os Compromissos da iNDC” realizado no Rio de Janeiro, na última terça-feira (27). Para Barroso, a Contribuição Nacionalmente Determinada (iNDC, na sigla em inglês) do Brasil, adotada na COP 21, será o grande estímulo. Na Conferência do Clima, o país se comprometeu a alcançar 10% de ganhos de eficiência no setor elétrico até 2030 e aumentar, no mesmo período, para 45% a participação das renováveis na matriz energética brasileira.

“A eficiência energética para planejamento é um recurso fundamental, já que a vida das hidrelétricas vai ficar mais complicada e com isso vai gerar uma oportunidade de integração com as outras renováveis. Isso vai gerar uma necessidade de complementação da termelétrica para que tenhamos no planejamento a despachabilidade além de criar uma oportunidade de ouro para que a eficiência energética entre como recurso adicional. Cada megawatt que se deixa de consumir por uma ação mais eficiente, se deixa de consumir a energia gerada por termelétrica e se deixa de emitir. Cria-se uma solução com o mínimo custo global, visto que o custo para implementação das ações de eficiência energética é muito competitivo em comparação com os recursos necessários para a expansão da geração”, afirmou Barroso.

O presidente da EPE também disse que a empresa quer se tornar um centro de discussão sobre eficiência energética no Brasil, já que existem várias soluções eficientes no país, mas que ainda esbarram em barreiras, como financiamento, aversão ao risco e desconhecimento.

“Queremos criar um ambiente de comunicação que pudesse ter a participação de toda a sociedade e demais interessados que junto com as diretrizes do Ministério de Minas e Energia para fomentar uma discussão multidisciplinar para que o plano [decenal de ações de eficiência energética] possa ser discutido com toda a sociedade”.

Barroso revelou também que a EPE estuda criar leilões de eficiência energética, no qual o consumidor teria a oportunidade de comprar uma redução de consumo que seria pago com a economia gerada pelas ações de eficiência. Entretanto, o dirigente não definiu um prazo para o início da realização desse tipo de leilão.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas