pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

03.10.16
|
Encontro CNI Sustentabilidade debate a conservação de florestas e da biodiversidade
Fonte: O Globo Online - 29.09.2016
O Globo
Rio de Janeiro - A criação e aplicação de novos padrões de consumo e negócios, o uso sustentável de recursos naturais, exemplos de engajamento da indústria em práticas ambientais e a importância da biodiversidade do Brasil foram assuntos que nortearam o 5º Encontro CNI Sustentabilidade, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Com o tema “Biodiversidade e Florestas: Novos Modelos de Negócios para a Indústria do Amanhã”, o evento reuniu, no dia 22 de setembro, no Rio de Janeiro, empresários e especialistas brasileiros e estrangeiros. O evento é um desdobramento da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20.

Em sua palestra magna, o americano Boyd Cohen, especialista em empreendedorismo, PhD em urbanismo e coautor do livro ‘Capitalismo Climático’ (Editora Cultrix, 2011), afirmou que é necessário foco no desenvolvimento de ‘cidades inteligentes’, com eficiência energética e reaproveitamento de água, além de transporte e urbanismo sem tanto impacto ambiental. Como exemplo, citou Amsterdã, Barcelona, Medellín e Cingapura, onde a aplicação de esforços de sustentabilidade e inovação, com políticas públicas e atuação da sociedade civil, gerou melhoria na qualidade de vida da população.

“É preciso integrar diferentes classes econômicas e contribuir para a construção de comunidades verdes. O conceito de compartilhamento é significativo no processo, assim como a aplicação de tecnologias inovadoras. Em Cingapura, a sociedade se reuniu na busca de soluções para o abastecimento de água, determinando as ações necessárias para o tratamento de esgoto e a dessalinização da água do mar”, citou.

O ex-ministro do Meio Ambiente da Alemanha Klaus Topfer reforçou que o desenvolvimento sustentável está associado à compreensão das mudanças no comportamento humano:

“A natureza é cíclica; e nela não há desperdícios”.

Walter Dissinger, CEO da Votorantim Cimentos, destacou a responsabilidade do setor industrial para um futuro sustentável, com a convergência de estratégias e de valores socioambientais. Executivos do Boticário, da Toyota e da Beraca também apresentaram iniciativas que resultam em ações ambientalmente sustentáveis – como redução nas emissões de gases de efeito estufa, economia de água e energia, reaproveitamento de matéria-prima e ações em benefício de comunidades onde atuam.

Biodiversidade e sustentabilidade na indústria

A riqueza da biodiversidade do Brasil – com cobertura florestal correspondente a 60% do território nacional – foi destaque entre os participantes, como para o dinamarquês Kim Carstensen, diretor-geral do Forest Stewardship Council (FSC):

“O Brasil tem inúmeras reservas. Mas como será que as tem tratado? É preciso trabalhar com legalidade, previsão e garantia de direitos”.

Para o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, a sustentabilidade é fator fundamental para a indústria:

“O momento atual requer conexão entre as melhores práticas de gestão no que se refere à sustentabilidade de suas operações ao longo de toda a cadeia produtiva. A indústria brasileira não trata da sustentabilidade como uma manifestação de boas intenções. Cada vez mais ela incorpora seus princípios nos planos de negócios”, disse.

Segundo a pesquisa ‘Retrato do uso sustentável de recursos da biodiversidade pela indústria brasileira’, para 84,2% dos empresários o país não tem tirado proveito do potencial desse segmento, seja por falta de perspectiva de aproveitamento da biodiversidade ou pela ausência de políticas públicas estruturadas. A pesquisa, apresentada pela diretora de Relações Institucionais da CNI, Mônica Messenberg, ouviu 120 executivos de pequenas, médias e grandes indústrias durante este ano.

Elizabeth Carvalhaes, presidente da Indústria Brasileira de Árvores, destacou que as organizações já atuam de forma engajada na conservação do meio ambiente e compreendem que a prática sustentável é positiva para as marcas.

“Cuidar da biodiversidade é permitir que outras gerações usufruam o que temos hoje”.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas