pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

23.01.17
|
BNDES aprova regras para credenciamento de luminárias LED de alta potência
Fonte: Procel Info - 23.01.2017
Rio de Janeiro - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou as regras para o credenciamento de luminárias baseadas em diodos emissores de luz (LEDs) de alta potência para aplicações como uso em iluminação pública, ambientes externos em geral, indústrias e galpões. Os equipamentos credenciados podem ter aquisição financiada nas operações de crédito do Banco.

Em linha com políticas de credenciamento adotadas para equipamentos de geração de energia elétrica a partir das fontes solar e eólica, as normas buscam incentivar o conteúdo local, com foco em inovação e desenvolvimento de componentes de alta tecnologia.

As luminárias LED de alta potência têm alto potencial transformador no meio urbano e em ambiente industrial, por proporcionarem redução de consumo energético e de custos de manutenção, além de permitirem conectividade, sensoriamento do ambiente e de outros serviços que poderão ser prestados a partir do poste de iluminação. No ambiente urbano, a melhoria da qualidade da iluminação tem impacto direto na segurança.

As regras, válidas por cinco anos, contados a partir de sua aprovação, foram elaboradas a partir do diagnóstico da presença crescente da eletrônica em diversos setores da economia, tornando-se uma área do conhecimento básica para o desenvolvimento de produtos e processos industriais. A metodologia foi elaborada após discussões com a indústria de iluminação e eletrônica.

Chips – Buscando estimular parcerias locais que incentivem o desenvolvimento do ecossistema de microeletrônica no Brasil, as regras exigem a incorporação de chips projetados no País nas luminárias comercializadas com recursos do BNDES a partir de 2018.

Nas luminárias, os chips são responsáveis, por exemplo, pelo controle da intensidade luminosa, comunicação com a rede e sensoriamento local. O diagnóstico do BNDES identificou um conjunto de empresas locais e multinacionais aqui instaladas que estão aptas a desenvolver esses e outros circuitos integrados. A fabricação local desses componentes contará com incentivos adicionais, mas não obrigatórios.

As normas completas para o credenciamento de luminárias LED de alta potência estão disponíveis no Portal BNDES no link: http://bit.ly/2j9rIsz.

Nas próximas semanas, as condições de financiamento serão apresentadas a associações de fabricantes de luminárias e componentes, e posteriormente a prefeitos de municípios brasileiros.

* Com informações do BNDES
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas