pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

12.12.16
|
Bandeira verde da conta de energia deve durar até o fim do verão, diz ONS
Fonte: Folha de São Paulo - 12.12.2016

Rio de Janeiro - O presidente do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), Luiz Eduardo Barata, disse nesta segunda (12) que o brasileiro deve passar o verão sem cobranças adicionais na tarifa de energia (as chamadas bandeiras tarifárias).

No último dia 25, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) definiu que, em dezembro, a bandeira é verde - o que significa que não há custo adicional para os consumidores.

Em entrevista nesta segunda, Barata disse que a tendência deve se manter pelo menos até o final do período de chuvas, entre março e abril.

"As simulações que temos não sinalizam para mudança de bandeira durante o período úmido", afirmou.

As bandeiras são acionadas para pagar a geração de energia por térmicas quando os níveis dos reservatórios das hidrelétricas estão muito baixos.

A bandeira amarela representa um custo adicional de R$ 1,50 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Na bandeira vermelha, a taxa é de R$ 3 por 100 kWh.

De acordo com o ONS, os reservatórios das regiões sudeste e centro-oeste, a caixa d'água do setor elétrico brasileiro, estão com 36% de sua capacidade, contra 30% registrados no mesmo período do ano anterior.

Barata diz que as previsões meteorológicas apontam para chuvas dentro da média histórica na região durante este verão.

Além disso, o consumo está estagnado: o ONS prevê crescimento zero em 2016 - em 2015, houve queda de 1,8%.

Para 2016, a projeção é de crescimento de 2,2%. Em cinco anos, a média será de 3,3% ao ano.

Mesmo assim, ressalta Barata, as projeções do ONS não veem problemas para o suprimento de energia no país até 2021, período do planejamento anual do órgão.

O Brasil bateu recorde em expansão da capacidade de geração em 2016, com a adição de 9.130 megawatts (MW) e o cenário para o período é de sobra de energia.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info. Para acessar a notícia em seu veículo original, clique aqui.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas