pixel
 
pixel
pixel
cadastro | dúvidas | fale conosco | links | mapa do site  
pixel
pixel
Busca:
pixel
pixel
pixel
pixel

Áreas Temáticas

Resultados do Procel

Selo Procel Edificações

Pesquisa de Posse e Hábitos

Potencial de EE para Indústria

Eficiência nas escolas

Aquecimento solar de água

Dicas
  Você está em: Procel Info »  Notícias e Reportagens »  Notícias
Notícias
voltar

30.03.09
|
Contagem regressiva para a Hora do Planeta
Fonte: O Globo - 27.03.2009

Brasil -  Mesmo não estando na lista de adesões oficiais à Hora do Planeta, Nova Iguaçu participou do evento de alerta contra as mudanças climáticas por meio e iniciativas particulares dos seus moradores, que promoveram um luau na Praça dos Direitos Humanos, no centro da cidade. O evento refletiu a mobilização em torno do ato mundial de apagar as luzes, no sábado, 28 de março, entre 20h30m e 21h30m. No Brasil, a campanha contra o aquecimento global, uma iniciativa da rede WWF-Brasil, uniu o Rio e outras 38 cidades em todo o país. O Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Parque do Flamengo e a orla de Copacabana tiveram a iluminação desligada, bem como o Castelinho, a sede da Fundação Oswaldo Cruz, em Manguinhos.

“O Rio é o símbolo do Brasil no exterior e a participação da cidade no evento repercutiu em todo o mundo”, diz a secretária-geral do WWF-Brasil, Denise Hamú. Além de Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Manaus e Porto Alegre são algumas das cidades que aderiram à Hora do Planeta, que teve sua primeira edição em 2007, em Sydney, na Austrália. Desde então, o evento tem se espalhado. Em 2009, duas mil cidades de 82 países participaram. Em Nova York, a sede da ONU (Organização das Nações Unidas) teve suas luzes apagadas. Os moradores de Atenas se reuniram na Acrópole e receberam instrumentos de percussão para tocarem sob a regência de um maestro. Em Oslo, na Noruega, voluntários pedalaram para gerar energia e acender lâmpadas. E no Egito, a iluminação das Pirâmides de Gizé e da Esfinge foi apagada, mostrando a mobilização para o evento.

Exemplo de eficiência energética

Parte de um kit promocional da WWF para a Hora do Planeta, a lanterna sem pilhas e com lâmpada econômica é um exemplo do uso inteligente da tecnologia para criar eficiência energética.

1. Uma alavanca, bombeada manualmente, provoca um movimento de vaivem numa engrenagem.

2. A engrenagem movimenta um dínamo – dispositivo que gera eletricidade usando um imã. A energia segue por fios de cobre até um capacitor.

3. O capacitor funciona como uma bateria e é facilmente recarregado. Bombeada por 30 segundos, a lanterna tem dez minutos de luz.

Tecnologia LED - O diodo emissor de luz (LED, na sigla em inglês) é um componente eletrônico semelhente a uma lâmpada. Entre as vantagens do uso dos LEDs estão a nescessidade de menos energia e a durabilidade, que em alguns casos pode chegar a vários anos. As 39 cidades brasileiras que participaram da Hora do Planeta:

Rio de Janeiro: Rio de Janeiro, Nova Iguaçu e Rio das Ostras

São Paulo: São Paulo, Capela do Alto, Jumirim, Osasco, Penápolis, Peruibe, Lorena, Tarumã, Taubaté e Votorantim

Minas Gerais: Belo Horizonte, Ouro Preto, Arceburgo, Campo Florido e Ubá

Rio Grande do Sul: Porto Alegre, Canoas e Pedro Osório

Pernambuco: Recife e Salgueiro

Pará: Belém, Cametá e São Geraldo do Araguaia

Acre: Rio Branco

Maranhão: Sala Verde de Açailândia

Amazonas: Manaus

Rondônia: Alta Floresta D'Oeste

Distrito Federal: Brasília

Bahia: Castro Alves

Santa Catarina: Corupá e Itajaí

Paraná: Curitiba

Goiás: Posse, Rio Verde e Itaruma

Ceará: Juazeiro do Norte

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info.
  
Veja aqui a lista completa
Imagem para contabilização de acessos a páginas
Envie a um amigo
Imprimir
pixel
Imagem para contabilização de acessos a páginas